sexta-feira, 9 de novembro de 2012

carbonato de lítio

Uma unha,
isso é tudo.

Mas dói uma unha esmagada.
Sem sangue, morta.

E diria eu que há felicidade contida nisso.
As almas dentro da gente nascem
como nascem flores em jarros.

Um dia, sem água e pouco sol,
explode dentro do jarro uma flor.

Sinto crescer uma nova alma
dentro do meu peito,
ou seria jarro?

3 comentários:

  1. Peito ou jarro haverá uma flor.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom... Terminar um poema com uma pergunta dessas...

    Té mais Domingos...

    ResponderExcluir