quinta-feira, 5 de setembro de 2013

baque e rumores

Quando os poemas se escondem
caminho até a cozinha e faço um café.

No trajeto sempre há uma sombra
de algum objeto contra a parede,

um som de inseto,
uma conversa
de vizinho.

Não é difícil ver a poesia dando sopa
com sua saia rodada de bicos floridos.


Um comentário:

  1. Nunca esconda seus poema,poeta.
    São lindos.

    ResponderExcluir