quarta-feira, 14 de agosto de 2013

salvação

A cada alma que damos a mão
e puxamos do abismo

são reinos
e mais reinos
de mil perdões
do louco passado
se um dia tivemos.

Ando lânguido com tentáculos
de monstro das profundezas
oferecendo as mãos
a quem encontro,

pois meu passado é sombrio
e a memória vive acesa
com cruel brilho.


Um comentário:

  1. Esse brilho cruel espanta e encanta. Pois sim, eu creio.

    Beijos e espera.

    ResponderExcluir